Programação de Cinema

GRADE DE HORÁRIOS
27 de junho a 02 de julho

27 de junho (terça)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Mulher do Pai

28 de junho (quarta)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Mulher do Pai

29 de junho (quinta)
16h – Mulher do Pai
18h – O Estranho que Nós Amamos
20h – Aquarius (ABRA)

30 de junho (sexta)
16h – Mulher do Pai
18h – O Estranho que Nós Amamos
20h – Boi Neon (ABRA)

01 de julho (sábado)
16h – Mulher do Pai
18h – BR 716 (ABRA)
20h – Elis (ABRA)

02 de julho (domingo)
16h – Sessão da Tarde: Coraline e o Mundo Secreto
18h – Nise  - O Coração da Loucura (ABRA)
20h – O Silêncio do Céu (ABRA)




GRADE DE HORÁRIOS
13 a 21 de junho de 2017

13 de junho (terça)
16h – O Estranho Que Nós Amamos
18h – O Estranho Que Nós Amamos
20h – Finos Filmes – Curtas Portugueses

14 de junho (quarta)
16h – O Estranho Que Nós Amamos
18h – O Estranho Que Nós Amamos
20h – Sessão de pré-lançamento de A Liga dos Canelas Pretas

15 de junho (quinta)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Finos Filmes – Curtas Brasileiros

16 de junho (sexta)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Projeto Raros (Symptoms, José Ramón Larraz)

17 de junho (sábado)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Pré-estreia Mulher do Pai

18 de junho (domingo)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – O Estranho Que Nós Amamos

20 de junho (terça)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Cineclube Academia das Musas – (Um Divã em Nova York, Chantal Akerman)

21 de junho (quarta)
14h30 – A Vida Após a Vida
16h – A Mulher Que Se Foi
20h – Fête de la musique - Aliança Francesa (informações em breve)


GRADE DE HORÁRIOS

13 de junho – 20h – Curtas Portugueses:

A Brief History of Princess X - de Gabriel Abrantes (7')
Penúmbria - de Eduardo Brito (8')
A Glória de Fazer Cinema em Portugal de Manuel Mozos (16')
Provas, Exorcismos de Susana Nobre (25')

15 de junho – 20h – Curtas Brasileiros

O Delírio é a Redenção dos Aflitos de Fellipe Fernandes (21')
Fotograma de Luis Henrique Leal e Caio Zatti (9')
Lúcida de Fábio Rodrigo e Caroline Neves (16')
Comissão de vendas de Miguel Ramos (17')



Programação

06 de junho, terça-feira

19h
Mostra Panorama
Depois Que Te Vi (16'33) Livre (Direitos da Pessoa com Deficiência)

Mostra Temática
De Que Lado Me Olhas (15') Livre (Diversidade Sexual / Cidadania LGBT)

07 de junho, quarta-feira

10h
Mostra Panorama
Como Seria? (3') 12 anos (Direitos da Pessoa com Deficiência)
Lápis Cor de Pele (15'53) Livre (Direitos da População Afrodescendente Igualdade Racial / Infância)
Pai aos 15 (16'14) 10 anos (Direitos da Criança e Adolescente, Igualdade Racial / Infância)
Chá do General (22') Livre (Relações Intergeracionais)
Do Que Aprendi Com Minhas Mais Velhas (26') Livre (Diversidade Religiosa / Cultura Tradicional )

14h – sessão com audiodescrição
Mostra Temática

A História da Menininha Que Amava Borboletas (4´) 14 anos (Direitos das Mulheres)
Precisamos Falar do Assédio (80') 14 anos (Direitos das Mulheres)

16h – sessão com audiodescrição
Mostra Temática
Pobre Preto Puto (15') 12 anos (Cidadania LGBT)
Carol (20') 14 anos (Direitos das Mulheres / Direitos da Pessoa com Deficiência)

17h – sessão com audiodescrição

Mostra Temática
Madrepérola (14,55') 10 anos (Direitos das Mulheres)
Meu Nome É Jacque (72') 12 anos (Cidadania LGBT / Diversidade Sexual/ Direitos das Mulheres / Direitos da Pessoa com Deficiência)

19h
Mostra Homenagem
As Melhores Coisas do Mundo (105') 14 anos (Direitos da Criança e do Adolescente/ Diversidade Sexual)

08 de junho, quinta-feira

10h
Mostra Panorama
Manacial (7') Livre (Direito ao Meio Ambiente Sustentável)
Menino 23 (80') 10 anos (Direitos da Criança e do Adolescente/ Igualdade Racial/Trabalho Escravo)

14h
Mostrinha
Balanço das Meninas (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Hora do Lanchêêê (14'27) Livre (Direito a Alimentação Adequada)
Futebol, Paixão e Confusão (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Meninos e Reis (15'58) Livre (Direitos das Populações Tradicionais/ Direito à Cultura)

16h – sessão seguida de debate com Lucas Maróstica e Gabriel Galli
Mostra Panorama
Depois Que Te Vi (16'33) Livre (Direitos da Pessoa com Deficiência)
Mostra Temática – sessão seguida de debate
De Que Lado Me Olhas (15') Livre (Diversidade Sexual / Cidadania LGBT)
Convidados:
Lucas Maróstica é jornalista, tem 26 anos, é um dos organizadores da Parada Livre de Porto Alegre. É o atual presidente da União Nacional LGBT-RS. Envolvido e engajado em diversas iniciativas de promoção de cidadania da população LGBT e promoção dos direitos humanos.
Gabriel Galli é jornalista e mestrando em Comunicação Social pela PUCRS. Co-fundador do grupo Freeda – Espaços de Diversidade, atua com foco em comunicação de movimentos sociais e pesquisa cultura digital.

17h
Mostra Panorama
Intolerância.doc (85') 14 anos (Direitos Humanos / Segurança Pública)

19h
Mostra Homenagem
Cartão Vermelho (14') 14 anos (Direitos das Mulheres)
Bicho de Sete Cabeças (84') 14 anos (Direitos Humanos e Saúde Mental)

09 de junho, sexta-feira

14h
Mostrinha
Mônica Freestyle (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Iemanjá Yemoja: A Criação das Ondas (9'13) Livre (Direitos Humanos e Diversidade Religiosa)
Nana Nenê (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Imagine Uma Menina com Cabelos de Brasil (10') Livre (Direitos da Criança e do Adolescente)
16h
Mostra Temática
Pobre Preto Puto (15') 12 anos (Cidadania LGBT)
Carol (20') 14 anos (Direitos das Mulheres / Direitos da Pessoa com Deficiência)

17h
Mostra Panorama
Estrutural (89') 14 anos (Direito a Moradia/ Violência Policial/ Direito a Memória e Verdade / Direito a Terra)
19h – sessão seguida de debate com Deise Hauenstein, diretora de Madrepérola e Sandro Ka, representante do SOMOS

Mostra Temática
Madrepérola (14,55') 10 anos (Direitos das Mulheres)
Meu Nome É Jacque (72') 12 anos (Cidadania LGBT / Diversidade Sexual)

Sandro Ka é artista visual, doutorando e mestre em Poéticas Visuais pelo PPGAV/UFRGS, especialista em Ética e Educação em Direitos Humanos pela FACED/UFRGS e bacharel em Artes Plásticas formado pelo IA/UFRGS. No campo da pesquisa, se interessa pela articulação entre Arte, Política e Sexualidade, com ênfase em Cultura LGBT.

SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade é uma ONG atuante em Porto Alegre/RS que realiza ações transdisciplinares, tendo como base os direitos humanos, com ênfase em direitos sexuais e direitos reprodutivos, a partir da articulação das áreas de educação, saúde, comunicação e arte. A sua missão é trabalhar por uma sociedade plural e democrática por meio da afirmação de direitos.

10 de junho, sábado

14h
Mostra Homenagem
Mulheres Olímpicas (52') Livre (Direitos das Mulheres)

16h
Mostrinha
Balanço das Meninas (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Hora do Lanchêêê (14'27) Livre (Direito a Alimentação Adequada)
Futebol, Paixão e Confusão (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Meninos e Reis (15'58) Livre (Direitos das Populações Tradicionais/ Direito à Cultura)
17h – sessão seguida de debate com a presença de Diego Tafarel, diretor de Pobre Preto Puto, Mirela Krueldiretora de Carol, Carolina Santos, Coletivo Feminino Plural e atriz do filme e Priscila Leote, da ONG Outra Visão

Mostra Temática
Pobre Preto Puto (15') 12 anos (Cidadania LGBT)
Carol (20') 14 anos (Direitos das Mulheres / Direitos da Pessoa com Deficiência)
A ONG Outra Visão atua em porto alegre desde 1999 mas tem seu registro em março de 2003. Atua na realização de parada livres e em cursos de formação da diversidade. E luta por direitos da comunidade LGBT Priscila Leote atual coordenadora do Outra Visão. Técnica de enfermagem e estudante de psicologia. Lésbica e militante dos direitos humanos

19h
Mostra Panorama
Humano - Uma Viagem Pela Vida (143') 12 anos (Direitos Humanos)

11 de junho, domingo

14h
Mostra Homenagem
Chega de Saudade (95') 12 anos (Direitos da Pessoa Idosa)

16h
Mostrinha
Mônica Freestyle (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Iemanjá Yemoja: A Criação das Ondas (9'13) Livre (Direitos Humanos e Diversidade Religiosa)
Nana Nenê (0,36') Livre (Direitos das Mulheres)
Imagine Uma Menina com Cabelos de Brasil (10') Livre (Direitos da Criança e do Adolescente)

17h
Mostra Panorama
Tortura Tem Cor (16') Livre (Combate a Tortura / Direito a Memória e Verdade)
Praça de Guerra (19') Livre (Direito a Memória e Verdade)
Quem? Entre Muros e Pontes (20') 12 anos (Direitos dos Refugiados)
Índios No Poder (21') 10 anos (Direitos da População Indígena)

19h – sessão seguida de debate com Mario Eugênio Saretta, diretor de Epidemia de Cores e Solange Luciano participante do documentário.

Mostra Panorama
Ilha (14') 12 anos (Direito a Saúde Mental / Dignidade da Pessoa Humana)
Epidemia de Cores (70') 8 anos (Direito a Saúde Mental)

Mário Eugênio Saretta: Antropólogo e diretor do filme Epidemia de Cores. Doutorando em antropologia social, realizou pesquisas sobre alteridade e loucura.

Solange Gonçalves Luciano: Artista, ativista pelos direitos humanos e autointulada como um verdadeiro resgate em saúde mental. Participante de Epidemia de Cores, é autora da coleção Vestes Falantes, inspirada em Nise da Silveira, que se referem ao período que esteve internada e às possibilidade de diálogo entre arte e loucura.


Todas as exibições serão gratuitas. No site da Mostra - http://mostracinemaedireitoshumanos.sdh.gov.br é possível acompanhar quais sessões serão seguidas de debate e quais terão audiodescrição.



GRADE DE HORÁRIOS
19 de maio a 04 de junho de 2017
PREÇO ÚNICO R$ 10,00

19 de maio (sexta)
15h – Salvando Sally
17h – O Morto Conta a Sua História
19h – The Mole Song 2: Hong Kong Cappricion
21h30 – O Livro de Birdie

20 de maio (sábado)
15h – The Lure
17h – The Void
19h – Assassination Classroom 2: A Formatura
21h30 – 13 Histórias Estranhas 2

21 de maio (domingo)
15h – 1974: A Possessão de Altair
17h – 13 Histórias Estranhas 2
19h – Cinelab - Pré-Estreia 3ª Temporada
21h30 – A Repartição do Tempo

23 de maio (terça)
15h – Fashionista
17h – Sem Nome
19h – The Mole Song 2: Hong Kong Cappricion
21h30 – O Morto Conta a Sua História

24 de maio (quarta)
15h – Miruthan
17h – Salvando Sally
19h – Assassination Classroom 2: A Formatura
21h30 – 1974: A Possessão de Altair

25 de maio (quinta)
15h – Interchange
17h – O Invisível
19h – Esta Pedra Gigante de Papel Machê é Realmente Muito Pesada
21h30 – Psiconautas, as Crianças Esquecidas

26 de maio (sexta)
15h – Freddy Eddy
17h – The Lure
19h – Ron Goossens, Dublê de Baixo Orçamento
21h30 – Vovó Está Dançando na Mesa

27 de maio (sábado)
15h – Psiconautas, as Crianças Esquecidas Just Before Dawn
17h – Just Before Dawn
19h – Terror 5
21h30 – Mexico Bárbaro 2
23h55 – Holocausto Canibal (GRATUITO–SEM VENDA ANTECIPADA)
28 de maio (domingo)

15h – Mexico Bárbaro 2
17h – Terror 5
19h – Interchange
21h30 – Freddy Eddy

30 de maio (terça)
15h – Vovó Está Dançando na Mesa
17h – Querida Irmã
19h – Miruthan
21h30 – Strip-Tease da Morte

31 de maio (terça)
15h – A Repartição do Tempo
17h – Don't Kill It
19h – Fashionista
21h30 – Querida Irmã

01 de junho (quinta)
15h – The Void
17h – Esta Pedra Gigante de Papel Machê é Realmente Muito Pesada
19h – Sem Nome
21h30 – Replace

02 de junho (sexta)
15h – Replace
17h – Ron Goossens, Dublê de Baixo Orçamento
19h – Jogo da Morte
21h30 – Dave Fez um Labirinto

03 de junho (sábado)
15h – Dave Fez um Labirinto
17h – Jogo da Morte
19h – A Noite do Virgem
21h30 – Don't Kill It
23h55 – Hardware - O Destruidor do Futuro (GRATUITO–SEM VENDA ANTECIPADA)

04 de junho (domingo)
15h – O Invisível
17h – A Noite do Virgem
19h – Eu me Casei Com Uma Pessoa Estranha!
21h30 – Tragedy Girls



GRADE DE PROGRAMAÇÃO

09 de maio (terça)
17h – Apesar da Noite
20h – Cineclube Academia das Musas (Quando a Mulher se Opõe, de Dorothy Arzner)

10 de maio (quarta)
17h – Apesar da Noite
20h – Sessão de Pré-lançamento de Impeachment: O Brasil nas Ruas, de Beto Souza e Paulo Moura

11 de maio (quinta)
17h – Apesar da Noite
20h – Sessão de Pré-lançamento de O Caso do Homem Errado, de Camila de Moraes
  
12 de maio (sexta)
17h – Apesar da Noite
20h – Projeto Raros (Zumbis do Mal, de Willard Huyck e Gloria Katz)

13 de maio (sábado)
17h – Apesar da Noite
19h30 – Twin Peaks: exibição do episódio piloto e debate conduzido pelo site Nonada

14 de maio (domingo)
16h – Sessão da Tarde: Porco Rosso - O Último Herói Romântico
18h – Sessão de pré-estreia de A Mulher Que se Foi, de Lav Diaz

16 de maio (terça)
17h – Apesar da Noite

17 de maio (quarta)
17h – Apesar da Noite

18 de maio (quinta)
17h30 - Twin Peaks: reprise da exibição do episódio piloto




PROGRAMAÇÃO


03/05 – Quarta-Feira
20h00 - Quem é Primavera das Neves, de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado

04/05 – Quinta-Feira
16h30 – Eu, Um Negro, de Jean Rouch
18h00 - Sal para a Svanécia, de Mikhail Kalatôzov
20h00 – No Intenso Agora, de João Moreira Salles

05/05 – Sexta-Feira
16h30 - Perón, Mi Padre y Yo, de Eloy Martínez
18h00 - Permanecer Vivo: Um Método, de Erik Lieshout
20h00 - Cidades Fantasmas, de Tyrell Spencer

06/05 – Sábado
16h30 – Los Ninos, de Maite Alberdi
18h00 – Comunhão, de Anna Zamecka
20h00 – Cidades Fantasmas, de Tyrell Spencer

07/05 – Domingo
16h30 – Abacus:  Pequeno o Bastante para Condenar, de Steve James
18h00 – Permanecer Vivo: Um Método, de Erik Lieshout
20h00 – O Poder de Solovkí, de Marina Goldovskaya




GRADE DE HORÁRIOS
27 de abril a 03 de maio de 2017

27 de abril (quinta)
16h30 – História da Minha Morte
19h30 – Apesar da Noite

28 de abril (sexta)
16h30 – História da Minha Morte
19h30 – Apesar da Noite

29 de abril (sábado)
16h30 – História da Minha Morte
19h30 – Apesar da Noite

30 de abril (domingo)
16h – Sessão da Tarde: A Invenção de Hugo Cabret
19h30 – Apesar da Noite

02 de maio (terça)
16h30 – História da Minha Morte
19h30 – Apesar da Noite

03 de maio (quarta)
16h30 – História da Minha Morte
20h – Sessão de abertura É Tudo Verdade. Filme: Quem é Primavera das Neves



GRADE DE HORÁRIOS
20 a 26 de abril de 2017

20 de abril (quinta)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte

21 de abril (sexta)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte

22 de abril (sábado)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte

23 de abril (domingo)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte

25 de abril (terça)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte

26 de abril (quarta)
15h30 – A Morte de Luis XIV
17h45 – John From
19h30 – História da Minha Morte  


GRADE DE HORÁRIOS
11 a 19 de abril de 2017

11 de abril (terça-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

12 de abril (quarta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

13 de abril (quinta-feira)
16h – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – John From

14 de abril (sexta-feira)
16h – John From
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – Projeto Raros (Raptus - O Diabólico Dr. Hichcock)

15 de abril (sábado)
16h – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – John From

16 de abril (domingo)
16h – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – John From

18 de abril (terça)
16h – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – John From

19 de abril (quarta)
16h – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
17h30 – A Morte de Luis XIV
20h – John From



GRADE DE HORÁRIOS
04 a 09 de abril de 2017

04 de abril (terça-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – Cineclube Academia das Musas (O Touro, de Larissa Figueiredo)

05 de abril (quarta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – Lançamento do documentário Saúde da Família: Cultura, Alteridade e Formação

06 de abril (quinta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

07 de abril (sexta-feira)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

08 de abril (sábado)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV

09 de abril (domingo)
16h – O que Aconteceu com Baby Jane?
18h30 – Tio Bernard – Uma Antilição de Economia
20h – A Morte de Luis XIV


IV FESTIVAL INTERNACIONAL LUME DE CINEMA
28 de março a 2 de abril de 2017

DIA 28 DE MARÇO:
15h30
(121 min)
O SIGNO DAS TETAS (68´)(Longa-metragem) Classificação indicativa: 14 anos)
RETURN OF ERKIN (29´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 10 anos)
AINDA SANGRO POR DENTRO (24´) (Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 12 anos)

17h45
(120 min)
THREAD (94´) (Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
TO LIGHT (26´)(Curta-metragem) (Livre)
20h
(119 min)
STILL LIFE (82´) (Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
IMPORT (17´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 14 anos)
THE GIFT (20´) (Curta-metragem) (Livre)

DIA 29 DE MARÇO:
15:30h
(121 min)
CAMINHO PARA LA PAZ (92´)(Longa-metragem) (Classificação Indicativa: 16 anos)
RETURN OF ERKIN (29´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 10 anos)
17h45
(115 min)
LESTE OESTE (86´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
THE SON (29´)(Curta-metragem) (Livre)
20h
(129 min)
THE WOUNDED ANGEL (112´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
IMPORT (17´)(Curta-metragem)
DIA 30 DE MARÇO
15h30
(122 min)
THREAD (94´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
ECLIPSE SOLAR (28´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 12 anos)
17h45
(127 min)
JOVENS INFELIZES... (127´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
20h
(118 min)
EAT YOUR BONES (94´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
OVER (14´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 12 anos)
DIA 31 DE MARÇO
15h30
(104 min)
STILL LIFE (82´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
L'INFINI (22´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 12 anos)
17h45
(122 min)
AMOK (100´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
O HOMEM QUE VIROU ARMÁRIO (22´)(Curta-metragem) (Livre)
20h
(127 min)
THE WOUNDED ANGEL (112´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
AQUELA RUA TÃO TRIUMPHO (15´)(Curta-metragem) (Faixa etária sugerida: 12 anos)
DIA 01 DE ABRIL:
15h30
(115 min)
LESTE OESTE (86´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
THE SON (29´)(Curta-metragem) (Livre)
17h45
(118 min)
CAMINHO PARA LA PAZ (92´)(Longa-metragem) (Classificação Indicativa: 16 anos)
THE GIFT (26´)(Curta-metragem) (Livre)
20h
(126 min)
AMOK (100´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
TO LIGHT (26´)(Curta-metragem) (Livre)
DIA 02 DE ABRIL:
15h30
(116 min)
CAMINHO PARA LA PAZ (92´)(Longa-metragem) (Classificação Indicativa: 16 anos)
ANGÚSTIA (20´) (Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 10 anos)
17h45
(127 min)
JOVENS INFELIZES... (127´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)
20h (Sessão Filmes Vencedores)
(96min)
OVER (14´)(Curta-metragem) (Faixa Etária Sugerida: 12 anos)
STILL LIFE (82´)(Longa-metragem) (Classificação indicativa: 16 anos)

Últimos dias para ver filmes de Kirk Douglas e Eric Rohmer




Os ciclos com os filmes educativos de Eric Rohmer e as obras protagonizadas por Kirk Douglas seguem em exibição na Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio até o dia 26 de março. Dois novos filmes entram na grade, O Nono Mandamento, de Richard Quine, e Movido Pelo Ódio, de Elia Kazan.

Com exibição em DVD com legendas em português, o ciclo Eric Rohmer Educativo tem o apoio da Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, o Institut Français e da distribuidora Canopé. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares.

GRADE DE HORÁRIOS
24 a 26 de março de 2017

21 de março (terça)
Na terça-feira não há sessão em função da instalação do novo projetor DCP da sala de cinema da Cinemateca Capitólio.

22 de março (quarta)
Na quarta-feira não há sessão em função da instalação do novo projetor DCP da sala de cinema da Cinemateca Capitólio.

23 de março (quinta)
Na quinta-feira não há sessão em função da instalação do novo projetor DCP da sala de cinema da Cinemateca Capitólio.

24 de março (sexta)
16h – Movidos Pelo Ódio
19h – Eric Rohmer Educativo Programa 1

25 de março (sábado)
16h – O Nono Mandamento
19h – Eric Rohmer Educativo Programa 2

26 de março (domingo)
16h – Movidos Pelo Ódio
19h – Eric Rohmer Educativo Programa 3

GRADE DE PROGRAMAÇÃO – KIRK DOUGLAS

MOVIDOS PELO ÓDIO
(The Arrangement, 1969, 125 minutos)
Direção: Elia Kazan
Eddie, um homem rico, tem tudo o que quer: dinheiro, família e sucesso. Mas um acidente de carro o faz repensar a vida que leva. Procurando a felicidade que perdeu, ele se lembra de Gwen, sua antiga amante. Enquanto isso, sua esposa espera sua morte. Exibição em DVD.

O NONO MANDAMENTO
(Strangers When We Meet, 1960, 117 minutos)
Direção: Richard Quine
Larry Coe (Kirk Douglas) é um arquiteto bem sucedido que deixa de amar Eve Coe (Barbara Rush), sua esposa. Um dia ele conhece Maggie Gault (Kim Novak), sua vizinha, que tem um marido que perdeu o interesse sexual por ela. O affair momentâneo logo se tornará uma tórrida paixão. Exibição em DVD.


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pelaPetrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.

Cinema educativo de Éric Rohmer na Sala Multimídia




A partir de 14 de março, a Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio exibe a série de oito filmes educativos que Éric Rohmer, um dos principais nomes da Nouvelle Vague, realizou para a televisão francesa nos anos 1960, contemplando uma série de autores literários, como Cervantes, Victor Hugo e Edgar Allan Poe. Com exibição em DVD com legendas em português, o ciclo tem o apoio da Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, o Institut Français e da distribuidora Canopé. O ciclo Kirk Douglas faz 100 anos segue em exibição até o dia 19 de março. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares.

O CINEMA EDUCATIVO DE ÉRIC ROHMER
Apesar de ter iniciado sua carreira como diretor na mesma época que François Truffaut, Jean-Luc Godard e outros expoentes da Nouvelle Vague, Eric Rohmer só se tornou conhecido como realizador cerca de uma década depois da eclosão do movimento, quando seu quarto longa-metragem, Minha Noite com Ela, de 1969, foi indicado à Palma de Ouro em Cannes e ao Oscar de melhor roteiro original. Antes disso, ele já havia dirigido dois longas-metragens, O Signo do Leão e A Colecionadora, que inclusive ganhara o Prêmio Especial do Júri em Berlim, e alguns curtas. Porém, pouco sabido é que uma série de documentários realizados por Rohmer para a TV francesa na década de 1960 teve papel decisivo na sua formação enquanto diretor. Trata-se de uma série de documentários didáticos produzidos pelo Centro Nacional de Documentação Pedagógica (CNDP). Nesta série de filmes-ensaio, Rohmer reflete sobre a arte, sobre o belo, sobre a condição humana e, acima de tudo, sobre o papel das imagens. Essa coleção reúne oito desses documentários dirigidos por Rohmer entre os anos de 1964 e 1969.

PROGRAMA 1

AS CONTEMPLAÇÕES DE VICTOR HUGO
Les Contemplation de Victor Hugo (França 1966)/25’.
Confrontação poemas de Hugo nos dois últimos livros de Contemplações com as paisagens de Jersey, onde ele escreveu. Textos de Victor Hugo lidos por Antoine Vitez.

EDGAR POE: HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS
Les histoires extraordinaires d'Edgar Poe (Canadá, França 1965)/24’.
Feito por Eric Rohmer em homenagem a Edgar Allan Poe (1809-1849), este filme é baseado no ensaio "Eureka" (1848) em que o poeta pretende falar com lirismo e cientificidade "da Física do Universo, Metafísica e Matemática.”

O HOMEM E AS IMAGENS
L'Homme et les Images (França 1967).
Com Jean Rouch, Jean-Luc Godard, René Clair /34’.
Uma série de entrevistas com René Clair, Jean Rouch e Jean-Luc Godard sobre temas diversos: a técnica cinematográfica e sua história, do mudo ao falado, a arte do espetáculo, o teatro, o cinema, o romance, a escritura e a imagem, o público, a televisão...

PROGRAMA 2

OS PERSONAGENS DE LA BRUYÈRE
Les caractères de La Bruyère (França 1965)/22’.
Atores encarnam retratos diferentes de personagens de La Bruyère de um texto com narração em um cenário de castelo.

PERCEVAL OU O CONTO DO GRAAL
Perceval ou le conte du Graal (França 1965)/23’.
Descoberta e leitura de grandes passagens do romance de Perceval por Chrétien de Troyes ilustrado pelas miniaturas conservadas pela Biblioteca Nacional da França.

DON QUIXOTE DE CERVANTES
Don Quichotte de Cervantes (França 1965)/23’.
O espetáculo tenta mostrar como a ilustração tem tanto enriquecido quanto empobrecido nosso conhecimento do romance. Enriquecido porque nos mostrou como o físico dos personagens controla o caráter cômico da obra e seu simbolismo. Empobrecido porque ela negligencia, especialmente desde o século XIX e em favor dos protagonistas, a descrição do tempo e do ambiente, promovendo assim condensações e adaptações abusivas

PROGRAMA 3

LOUIS LUMIÈRE
França 1968/66’.
Com Henri Langlois, Jean Renoir
Para falar do cinema dos Lumière, do cinema dos começos e dos começos do cinema, de que vemos alguns trechos, Rohmer convidou apenas duas pessoas, que dialogam: Jean Renoir, o maior cineasta francês na opinião de Rohmer e de tantos outros e Henri Langlois, o guardião da memória do cinema, o inventor da cinefilia, no sentido mais nobre do termo. Nem um nem o outro considera o cinema dos Lumière "primitivo".

GRADE DE HORÁRIOS
14 a 19 de março de 2017

14 de março (terça)
16h – Quem é o Infiel?
19h – Eric Rohmer Educativo - Programa 1

15 de março (quarta)
16h – Embrutecidos pela Violência
19h – Eric Rohmer Educativo- Programa 2

16 de março (quinta)
16h – A Fúria
19h – Eric Rohmer Educativo - Programa 3

17 de março (sexta)
16h – Gigantes em Luta
19h – Eric Rohmer Educativo Programa 1

18 de março (sábado)
16h – Sede de Viver
19h – Eric Rohmer Educativo Programa 2

19 de março (domingo)
16h – 20.000 Léguas Submarinas

19h – Eric Rohmer Educativo Programa 3









A partir de 1º de março, a programação da Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio  homenageia o recente aniversário de 100 anos de Kirk Douglas, um dos grandes nomes da história de Hollywood, com sessões de clássicos interpretados pelo ator entre as décadas de 1940 e 1970. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares. Exibições em DVD.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

Fuga do Passado
(Out of the Past, 1947, 97 minutos)
Direção: Jacques Tourneur

Jeff Bailey vive uma vida pacata, trabalhando em um posto de gasolina em uma pequena cidade dos Estados Unidos. Quando um dos capangas de Whit, seu antigo chefe, acha-o, ele voltará a enfrentar seu passado e se ver obrigado a preencher as lacunas que deixou em sua antiga vida. Principalmente com relação a Kathie, mulher de duas caras que a qualquer momento pode traí-lo ou fazê-lo se apaixonar novamente. Exibição em DVD.

Quem é o Infiel?
(A Letter to Three Wives, 1949, 103 minutos)
Direção: Joseph L. Mankiewicz

Lora Rita e Débora são três mulheres diferentes, com diferentes ambições, desejos e sonhos. Lora casou com seu chefe, que pensa que ela é uma caçadora de fortunas. Rita ganha mais dinheiro escrevendo para um programa de rádio do que seu marido professor. E Débora fica fabulosa num uniforme da Marinha, mas não tem certeza do que vestir para ir a uma festa. O destino dessas três mulheres se cruzará quando uma carta revelar o segredo que porá o futuro de uma delas em jogo. Um dos grandes trabalhos do diretor Joseph L. Mankiewicz, que ganhou o Oscar de Melhor Direção por este filme. Exibição em DVD.

Embrutecidos Pela Violência
(Along the Great Divide, 1951, 88 minutos)
Direção: Raoul Walsh

Federais americanos e dois xerifes resgatam um ladrão de gado de um linchamento liderado por um barão do gado local, convencido de que o bandido também matou seu filho. Exibição em DVD.

20.000 Léguas Submarinas
(20,000 Leagues Under The Sea, 1954, 122 minutos)
Direção: Richard Fleischer
Em 1868 relatos alarmantes sobre um monstro marinho, que destruía navios facilmente, gera um temor nas companhias de navegação. Em virtude disto vários navios não levantam âncora, pois não há tripulação. Em São Francisco um professor francês, especialista em vida marinha, precisa ir à Shangai e enfrenta o mesmo problema, pois a tripulação do seu navio desertou. Exibição em DVD.

Sede de Viver
(Lust for Life, 1956, 120 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
O filme retrata fielmente a vida do mestre da pintura: Van Gogh. Dividido entre a genialidade e sua mente atormentada, Van Gogh é interpretado pelo aclamado ator Kirk Douglas. Sede de Viver captura todo o êxtase da arte e a agonia da vida de um gênio da pintura. Exibição em DVD.

A Cidade dos Desiludidos
(2 Weeks in Another Town, 1962, 107 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
Após três anos internado em uma clínica de reabilitação, Jack Andrus, um ator atormentado pelo alcoolismo e por problemas pessoais, aceita um convite para estrelar um filme rodado em Roma e dirigido por um cineasta cuja carreira também está em decadência. A filmagem será marcada por conflitos e revelações. Espécie de continuação do brilhante Assim Estava Escrito, A Cidade dos Desiludidos é um retrato sem concessões dos bastidores de Hollywood. Exibição em DVD.

Sete Dias de Maio
(Seven Days in May, 1964, 118 minutos)
Direção: John Frankenheimer
Durante a guerra fria, Jordan Lyman (Fredric March), o presidente dos Estados Unidos não é bem visto pelos americanos e assina um tratado aprovando o desarmamento nuclear. A população mais uma vez fica contra ele. Um golpe político está sendo preparado por um general e um coronel aliado leva a informação ao Governo. Dá-se início a uma rede de intrigas. Exibição em DVD.

Gigantes em Luta
(The War Wagon, 1967, 93 minutos)
Direção: Burt Kennedy
John Wayne junta-se a Kirk Douglas em Gigantes em Luta, um western cheio de ação. Wayne interpreta o rancheiro Taw Jackson que volta da prisão para saquear um trem carregado de ouro, pertencente ao barão da gado (Bruce Cabot), que roubou sua fortuna e sujou seu bom nome anos atrás. Para realizar seu plano, Jackson junta-se a um grupo que inclui um velho excêntrico (Keenan Wynn), um índio pouco civilizado (Howard Keel), um jovem bêbado (Robert Walker Jr.) e um pistoleiro convencido (Douglas). Divirta-se com o plano quase impossível de roubar meio milhão de dólares e aprecie a música do ganhador do Oscar Dimitri Tiomkin. Exibição em DVD.

A Fúria
(The Fury, 1978, 118 minutos)
Direção: Brian De Palma
Um suspense aterrorizante do diretor Brian De Palma, um elaborado jogo de controle mental inicia-se quando o filho de um agente do governo é sequestrado por causa de seus poderes psicocinéticos. Desesperado para encontrá-lo, seu pai contrata uma garota com habilidades psíquicas semelhantes às de seu filho. Ela logo descobre que o rapaz é  prisioneiro de um órgão secreto do governo dos EUA e que está sendo utilizado para perigosas experiências mentais - e programado para matar. Exibição em DVD.

GRADE DE HORÁRIOS
1 a 5 de março de 2017
1º de março (quarta)
16h – Quem é o Infiel?
19h – Fuga do Passado

2 de março (quinta)
16h – Sede de Viver
19h – A Cidade dos Desiludidos

3 de março (sexta)
16h – Gigantes em Luta
19h – Sete Dias de Maio

4 de março (sábado)
16h – A Fúria
19h – Embrutecidos pela Violência

5 de março (domingo)
16h – 20.000 Léguas Submarinas
19h – Sede de Viver


7 de março (terça)
16h – Sete Dias de Maio
19h – 20.000 Léguas Submarinas

8 de março (quarta)
16h – Embrutecidos pela Violência
19h – Sede de Viver

9 de março (quinta)
16h – 20.000 Léguas Submarinas
19h – A Fúria

10 de março (sexta)
16h – Quem é o Infiel?
19h – Sete Dias de Maio

11 de março (sábado)
16h – A Cidade dos Desiludidos
19h – Fuga do Passado

12 de março (domingo)
16h – Gigantes em Luta
19h – Quem é o Infiel?


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Musicais na Sala Multimídia: últimos dias!




A programação de musicais na Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio segue em exibição até o recesso de carnaval no dia 24 de fevereiro. A programação da Sala Multimídia será retomada no dia 1º de março.

GRADE DE HORÁRIOS
21 a 24 de fevereiro de 2017


21 de fevereiro (terça)
16h – Purple Rain
19h – Cinderela em Paris

22 de fevereiro (quarta)
16h – Casa, Comida e Carinho
19h – O Tenente Sedutor

23 de fevereiro (quinta)
16h – Sinfonia de Paris
19h – Num Dia Claro de Verão

24 de fevereiro (sexta)
16h – Casa, Comida e Carinho
19h – Rua 42

A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Clássicos Musicais na Sala Multimídia




Os clássicos musicais seguem em exibição na Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio até o dia 19 de fevereiro. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares. Exibições em DVD.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

Rua 42
(42nd Street, 1933, 89 minutos)
Direção: Lloyd Bacon
Quando a estrela de um musical da Broadway cai enferma, uma das meninas do coro é escolhida para substitui-la. Os números musicais idealizados pelo diretor e o genial coreógrafo Busby Berkeley, como o de "Shuffle off to Buffalo", de grande complexidade cênica, convertem a tela prateada numa espécie de caleidoscópio de figuras humanas, o que fez deste filme um dos maiores clássicos dos musicais americanos de todos os tempos. Exibição em DVD. 

Casa, Comida e Cairnho
(Summer Stock, 1950, 108 minutos)
Direção: Charles Walters
Uma família simples do interior, aceita que uma companhia da Broadway, dirigida por Joe Ross (Gene Kelly), monte seu novo espetáculo em sua fazenda. O evento acaba transformando a proprietária Jane Falbury (Judy Garland) em estrela do show. Judy Garland canta várias músicas e dá um show de dança! Exibição em DVD. 

Sinfonia de Paris
(An American in Paris, 1951, 113 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
Kelly vive um ex-militar que ama Paris e ama - ainda mais - uma atraente (mas comprometida) atendente de uma loja de perfumes (Leslie Caron em seu primeiro filme). As seqüências de dança giram em torno das canções de Gershwin, acentuando a perseguição romântica de Kelly. E o ballet final com 17 minutos de duração - combinando a música-tema, cenários impressionistas e o talento único de Kelly para contar uma música através da dança - lançam esse vencedor de seis Oscar (incluindo Melhor Filme) à imortalidade. Exibição em blu-ray. 

Cantando na Chuva
(Singin' in the Rain, 1952, 104 minutos)
Direção: Stanley Donen, Gene Kelly
Don Lockwood (Gene Kelly) e Lina Lamont (Jean Hagen) são dois dos astros mais famosos da época do cinema mudo em Hollywood. Seus filmes são um verdadeiro sucesso de público e as revistas inclusive apostam num relacionamento mais íntimo entre os dois, o que não existe na realidade. Mas uma novidade no mundo do cinema chega para mudar totalmente a situação de ambos no mundo da fama: o cinema falado, que logo se torna a nova moda entre os espectadores. Decidido a produzir um filme falado com o casal mais famoso do momento, Don e Lina precisam entretanto superar as dificuldades do novo método de se fazer cinema, para conseguir manter a fama conquistada. Exibição em DVD.

Num Dia Claro de Verão
(On a Clear Day You Can See Forever, 1970, 129 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
Daisy Gamble é uma fumante compulsiva desesperada para largar o vício. Ela encontra o tratamento perfeito com o Dr. Marc Chabot, um psiquiatra que usa a hipnose. Mas quando entra em transe, Daisy retorna a vidas passadas e assume diferentes personalidades – incluindo “Melinda”, uma perua inglesa do século 19. A participação de Bob Newhart e Jack Nicholson aumentam ainda mais a diversão nesta sensacional comédia romântica. Exibição em DVD.

Purple Rain
(1984, 111 minutos)
Direção: Albert Magnoli
Pegue uma história divertida, adicione uma trilha sonora com uma das mais quentes bandas de rock do mundo e a presença marcante do mega-star Prince. O resultado é o que a revista Rolling Stone afirmou: "Purple Rain é o mais eficiente e divertido filme sobre Rock 'n' Roll já produzido". Exibição em DVD. 

Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
(Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, 2007, 117 minutos)
Direção: Tim Burton
Benjamin Barker (Johnny Depp) passou 15 anos afastado de Londres, após ser obrigado a deixar sua esposa e sua filha. Ele retorna à cidade, ávido por vingança, agora usando a alcunha de Sweeney Todd. Exibição em DVD.

GRADE DE HORÁRIOS
14 a 19 de fevereiro de 2017
14 de fevereiro (terça)
16h – Cantando na Chuva
19h – Rua 42

15 de fevereiro (quarta)
16h – Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
19h – Sinfonia de Paris

16 de fevereiro (quinta)
16h – Casa, Comida e Carinho
19h – Purple Rain

17 de fevereiro (sexta)
16h – Num Dia Claro de Verão
19h – Rua 42

18 de fevereiro (sábado)
16h – Casa, Comida e Carinho
19h – Sinfonia de Paris

19 de fevereiro (domingo)
16h – Purple Rain
19h – Num Dia Claro de Verão



A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.

Novos musicais na Sala Multimídia




A pedido do público, os clássicos musicais seguem em exibição na Sala Multimídia (3º andar) da Cinemateca Capitólio. Entre as novidades, o cultuado musical dePrincePurple Rain, e o contemporâneo Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet do mestre Tim Burton. Clássicos de James WhaleVincente MinnelliStanley Donen e Bob Fosse seguem em exibição até o dia 12 de fevereiro. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares. Exibições digitais.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

Rua 42
(42nd Street, 1933, 89 minutos)
Direção: Lloyd Bacon
Quando a estrela de um musical da Broadway cai enferma, uma das meninas do coro é escolhida para substitui-la. Os números musicais idealizados pelo diretor e o genial coreógrafo Busby Berkeley, como o de "Shuffle off to Buffalo", de grande complexidade cênica, convertem a tela prateada numa espécie de caleidoscópio de figuras humanas, o que fez deste filme um dos maiores clássicos dos musicais americanos de todos os tempos. Exibição em DVD. 

Magnólia – O Barco das Ilusões
(Show Boat, 1936, 113 minutos)
Direção: James Whale
Num barco de espetáculos teatrais que desce o Mississippi, surgem problemas quando a filha do dono apaixona-se por ator e jogador. Paralelamente, mulata que esconde sua origem tem problemas com a lei racista. Exibição em DVD.

Sinfonia de Paris
(An American in Paris, 1951, 113 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
Kelly vive um ex-militar que ama Paris e ama - ainda mais - uma atraente (mas comprometida) atendente de uma loja de perfumes (Leslie Caron em seu primeiro filme). As seqüências de dança giram em torno das canções de Gershwin, acentuando a perseguição romântica de Kelly. E o ballet final com 17 minutos de duração - combinando a música-tema, cenários impressionistas e o talento único de Kelly para contar uma música através da dança - lançam esse vencedor de seis Oscar (incluindo Melhor Filme) à imortalidade. Exibição em blu-ray.

Cantando na Chuva
(Singin' in the Rain, 1952, 104 minutos)
Direção: Stanley Donen, Gene Kelly
Don Lockwood (Gene Kelly) e Lina Lamont (Jean Hagen) são dois dos astros mais famosos da época do cinema mudo em Hollywood. Seus filmes são um verdadeiro sucesso de público e as revistas inclusive apostam num relacionamento mais íntimo entre os dois, o que não existe na realidade. Mas uma novidade no mundo do cinema chega para mudar totalmente a situação de ambos no mundo da fama: o cinema falado, que logo se torna a nova moda entre os espectadores. Decidido a produzir um filme falado com o casal mais famoso do momento, Don e Lina precisam entretanto superar as dificuldades do novo método de se fazer cinema, para conseguir manter a fama conquistada. Exibição em DVD.

Num Dia Claro de Verão
(On a Clear Day You Can See Forever, 1970, 129 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
Daisy Gamble é uma fumante compulsiva desesperada para largar o vício. Ela encontra o tratamento perfeito com o Dr. Marc Chabot, um psiquiatra que usa a hipnose. Mas quando entra em transe, Daisy retorna a vidas passadas e assume diferentes personalidades – incluindo “Melinda”, uma perua inglesa do século 19. A participação de Bob Newhart e Jack Nicholson aumentam ainda mais a diversão nesta sensacional comédia romântica. Exibição em DVD.

Cabaret
(1972, 122 minutos)
Direção: Bob Fosse
Berlim no início da década de 30. O nazismo ascendia em velocidade impressionante, mas a grande maioria das pessoas ainda não tinha noção do terrível poder que aquela força política teria num futuro bem próximo. Exibição em DVD.

The Rocky Horror Picture Show
(1975, 100 minutos)
Direção: Jim Sharman
The Rocky Horror Picture Show conta a história de Brad e Janet, um casal comum e sem muitos atrativos. Eles noivaram e estão indo contar a novidade para o homem que os apresentou, Dr. Everett Von Scott. No percurso, o pneu de seu carro fura e eles precisam ir até um castelo na beira da estrada para pedir ajuda. Lá são recepcionados pelo faz-tudo Riff Raff e pela empregada doméstica Magenta. Porém, o castelo pertence a um cientista chamado Frank-N-Furter que está dando uma festa para apresentar sua mais nova criação, Rocky, uma criatura que é mais músculos do que cérebro. A história é narrada pelo Criminologista, um especialista no caso. Exibição em DVD.

Hair
(1979, 120 minutos)
Direção: Milos Forman
Um dia antes de alistar-se à Guerra do Vietnã, um jovem do interior faz amizade com um grupo de hippies urbanos que, dentre outras coisas, tentam lhe convencer sobre a inutilidade da guerra e o ajudam a conquistar uma moça da classe alta, pela qual se apaixonou. Exibição em DVD.

Purple Rain
(1984, 111 minutos)
Direção: Albert Magnoli
Pegue uma história divertida, adicione uma trilha sonora com uma das mais quentes bandas de rock do mundo e a presença marcante do mega-star Prince. O resultado é o que a revista Rolling Stone afirmou: "Purple Rain é o mais eficiente e divertido filme sobre Rock 'n' Roll já produzido". Exibição em DVD.

Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
(Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, 2007, 117 minutos)
Direção: Tim Burton
Benjamin Barker (Johnny Depp) passou 15 anos afastado de Londres, após ser obrigado a deixar sua esposa e sua filha. Ele retorna à cidade, ávido por vingança, agora usando a alcunha de Sweeney Todd. Exibição em DVD.

GRADE DE HORÁRIOS
7 a 12 de fevereiro de 2017
7 de fevereiro (terça)
16h – Magnólia – O Barco das Ilusões
19h – Sinfonia de Paris

8 de fevereiro (quarta)
16h – The Rocky Horror Picture Show
19h – Rua 42

9 de fevereiro (quinta)
16h – Cabaret
19h – Num Dia Claro de Verão

10 de fevereiro (sexta)
16h – Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
19h – Purple Rain

11 de fevereiro (sábado)
16h – Sinfonia de Paris
19h – Cantando na Chuva

12 de fevereiro (domingo)
16h – Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
19h – Hair


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Mais musicais na Sala Multimídia




O ciclo de musicais na Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio segue em exibição até o dia 5 de fevereiro. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 22 lugares. Exibições em DVD.


GRADE DE PROGRAMAÇÃO

Ama-me Esta Noite
(Love me Tonight, 1932, 90 minutos)
Direção: Rouben Mamoulian

Jeanette (Jeanette MacDonald) é uma princesa arrogante que vive enfurnada em um antigo castelo, e se sente entediada e sexualmente frustrada. Um dia o Visconde Gilbert de Vareze (Charles Ruggles) leva para o castelo o alfaiate Maurice ( Maurice Chevalier), a quem deve dinheiro, e o convida a passar um tempo com sua família. O pobre homem é apresentado como barão, e todos logo acreditam devido ao seu charme e sua postura aristocrática, só quem desconfia é Jeanette, mas a medida que eles se conhecem, o que antes era desconfiança se transforma em uma paixão ardente. O alfaiate está tão encantado pela princesa que chega a se esquecer da sua verdadeira posição social. Exibição em DVD.

Magnólia – O Barco das Ilusões
(Show Boat, 1936, 113 minutos)
Direção: James Whale

Num barco de espetáculos teatrais que desce o Mississippi, surgem problemas quando a filha do dono apaixona-se por ator e jogador. Paralelamente, mulata que esconde sua origem tem problemas com a lei racista. Exibição em DVD.

Agora Seremos Felizes
(Meet me in St. Louis, 1944, 113 minutos)
Direção: Vincente Minnelli

O local: St. Louis. O ano: 1903. Na família Smith, existem quatro lindas garotas, incluindo Esther, de 17 anos e a pequena Tootie. Esther acaba se apaixonando pelo vizinho récem-chegado, John, que não lhe dá muito atenção à princípio. As coisas mudam quando o Sr. Smith deve se mudar com sua família para Nova York, por causa de seu trabalho. Exibição em DVD.

Cinderela em Paris
(Funny Face, 1957, 103 minutos)
Direção: Stanley Donen

Quando a importante editora de uma revista de moda (Kay Thompson) e seu principal fotógrafo Dick Avery (Fred Astaire) escolhem uma livraria para sua próxima sessão de fotos, Dick descobre o rosto encantador da balconista e filósofa amadora Jo Stockson (Audrey Hepburn). Em Paris, Jologo se transforma em top model global... e acaba se apaixonando pelo fotógrafo que foi o primeiro a notar sua face luminosa e divertida. Exibição em DVD.

Cabaret
(1972, 122 minutos)
Direção: Bob Fosse

Berlim no início da década de 30. O nazismo ascendia em velocidade impressionante, mas a grande maioria das pessoas ainda não tinha noção do terrível poder que aquela força política teria num futuro bem próximo. Exibição em DVD.

The Rocky Horror Picture Show
(1975, 100 minutos)
Direção: Jim Sharman

The Rocky Horror Picture Show conta a história de Brad e Janet, um casal comum e sem muitos atrativos. Eles noivaram e estão indo contar a novidade para o homem que os apresentou, Dr. Everett Von Scott. No percurso, o pneu de seu carro fura e eles precisam ir até um castelo na beira da estrada para pedir ajuda. Lá são recepcionados pelo faz-tudo Riff Raff e pela empregada doméstica Magenta. Porém, o castelo pertence a um cientista chamado Frank-N-Furter que está dando uma festa para apresentar sua mais nova criação, Rocky, uma criatura que é mais músculos do que cérebro. A história é narrada pelo Criminologista, um especialista no caso. Exibição em DVD.

O Show Deve Continuar
(All That Jazz, 1979, 123 minutos)
Direção: Bob Fosse

Joe Gideon (Roy Scheider) é um diretor de cinema que vive uma bela vida de luxo e prazer. Após um enfarte, deve rever sua rotina, para o seu próprio bem. Mas, ao invés disso, ele continua levando a vida de antes, mesmo alertado dos males que isso pode lhe causar. Exibição em DVD.


GRADE DE HORÁRIOS
31 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016

31 de janeiro (terça)
16h – Agora Seremos Felizes
19h – The Rocky Horror Picture Show

1 de fevereiro (quarta)
16h – Cinderela em Paris
19h – O Show Deve Continuar

2 de fevereiro (quinta)
16h – Magnólia – O Barco das Ilusões
19h – Ama-Me Esta Noite

3 de fevereiro (sexta)
16h – Cabaret
19h – Agora Seremos Felizes

4 de fevereiro (sábado)
16h – Ama-Me Esta Noite
19h – Cinderela em Paris

5 de fevereiro (domingo)
16h – Cabaret
19h – The Rocky Horror Picture Show


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Clássicos musicais na Sala Multimídia




Venha cantar e dançar na Sala Multimídia da Cinemateca Capitólio! A partir de terça-feira, 24 de janeiro, oito musicais clássicos ganham exibição, incluindo obras de Ernst Lubitsch, Vincente Minnelli, Stanley Donen e Bob Fosse. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 30 lugares. Exibições em DVD.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

O Tenente Sedutor
(The Smiling Lieutenant, 1931, 90 minutos)
Direção: Ernst Lubitsch
Adaptação apimentada da opereta Ein Walzertraum, de 1907. O Tenente Niki, da Guarda Real austríaca, está de serviço na Viena do século XIX, numa parada militar que saúda o Rei Adolf e a Princesa Anna, sua filha, do vizinho reino de Flausenshaum. Em dado momento, Niki sorri e pisca para a violinista Franzi, sua nova namorada, que estava no meio da multidão. Todavia, a Princesa Anna julga ser a destinatária da piscadela e se apaixona pelo tenente, que se vê obrigado a casar-se com ela para evitar um incidente internacional. Exibição em DVD.

Ama-me Esta Noite
(Love me Tonight, 1932, 90 minutos)
Direção: Rouben Mamoulian
Jeanette (Jeanette MacDonald) é uma princesa arrogante que vive enfurnada em um antigo castelo, e se sente entediada e sexualmente frustrada. Um dia o Visconde Gilbert de Vareze (Charles Ruggles) leva para o castelo o alfaiate Maurice ( Maurice Chevalier), a quem deve dinheiro, e o convida a passar um tempo com sua família. O pobre homem é apresentado como barão, e todos logo acreditam devido ao seu charme e sua postura aristocrática, só quem desconfia é Jeanette, mas a medida que eles se conhecem, o que antes era desconfiança se transforma em uma paixão ardente. O alfaiate está tão encantado pela princesa que chega a se esquecer da sua verdadeira posição social. Exibição em DVD.

Magnólia – O Barco das Ilusões
(Show Boat, 1936, 113 minutos)
Direção: James Whale
Num barco de espetáculos teatrais que desce o Mississippi, surgem problemas quando a filha do dono apaixona-se por ator e jogador. Paralelamente, mulata que esconde sua origem tem problemas com a lei racista. Exibição em DVD.

Agora Seremos Felizes
(Meet me in St. Louis, 1944, 113 minutos)
Direção: Vincente Minnelli
O local: St. Louis. O ano: 1903. Na família Smith, existem quatro lindas garotas, incluindo Esther, de 17 anos e a pequena Tootie. Esther acaba se apaixonando pelo vizinho récem-chegado, John, que não lhe dá muito atenção à princípio. As coisas mudam quando o Sr. Smith deve se mudar com sua família para Nova York, por causa de seu trabalho. Exibição em DVD.

Cantando na Chuva
(Singin' in the Rain, 1952, 104 minutos)
Direção: Stanley Donen, Gene Kelly
Don Lockwood (Gene Kelly) e Lina Lamont (Jean Hagen) são dois dos astros mais famosos da época do cinema mudo em Hollywood. Seus filmes são um verdadeiro sucesso de público e as revistas inclusive apostam num relacionamento mais íntimo entre os dois, o que não existe na realidade. Mas uma novidade no mundo do cinema chega para mudar totalmente a situação de ambos no mundo da fama: o cinema falado, que logo se torna a nova moda entre os espectadores. Decidido a produzir um filme falado com o casal mais famoso do momento, Don e Lina precisam entretanto superar as dificuldades do novo método de se fazer cinema, para conseguir manter a fama conquistada. Exibição em DVD.

Cinderela em Paris
(Funny Face, 1957, 103 minutos)
Direção: Stanley Donen
Quando a importante editora de uma revista de moda (Kay Thompson) e seu principal fotógrafo Dick Avery (Fred Astaire) escolhem uma livraria para sua próxima sessão de fotos, Dick descobre o rosto encantador da balconista e filósofa amadora Jo Stockson (Audrey Hepburn). Em Paris, Jo logo se transforma em top model global... e acaba se apaixonando pelo fotógrafo que foi o primeiro a notar sua face luminosa e divertida. Exibição em DVD.

O Show Deve Continuar
(All That Jazz, 1979, 123 minutos)
Direção: Bob Fosse
Joe Gideon (Roy Scheider) é um diretor de cinema que vive uma bela vida de luxo e prazer. Após um enfarte, deve rever sua rotina, para o seu próprio bem. Mas, ao invés disso, ele continua levando a vida de antes, mesmo alertado dos males que isso pode lhe causar. Exibição em DVD.

Hair
(1979, 120 minutos)
Direção: Milos Forman
Um dia antes de alistar-se à Guerra do Vietnã, um jovem do interior faz amizade com um grupo de hippies urbanos que, dentre outras coisas, tentam lhe convencer sobre a inutilidade da guerra e o ajudam a conquistar uma moça da classe alta, pela qual se apaixonou. Exibição em DVD.

GRADE DE HORÁRIOS
24 a 29 de janeiro de 2016
24 de janeiro (terça)
16h – O Tenente Sedutor
19h – Ama-Me Esta Noite

25 de janeiro (quarta)
16h – Cantando na Chuva
19h – O Show Deve Continuar

26 de janeiro (quinta)
16h – Magnólia - O Barco das Ilusões
19h – Agora Seremos Felizes

27 de janeiro (sexta)
16h – Hair
19h – Cinderela em Paris

28 de janeiro (sábado)
16h – Magnólia - O Barco das Ilusões
19h – Cantando na Chuva

29 de janeiro (domingo)
16h – Hair
19h – O Tenente Sedutor


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.



Programação na Sala Multimídia




Após um período de recesso em função das festas de final de ano, a Cinemateca Capitólio retoma sua programação regular de cinema a partir da próxima semana. Mas devido ao processo de adaptação da sala principal (hoje equipada apenas com projetores em 35mm) para o formato digital DCP, as sessões irão acontecer apenas na Sala Multimídia, localizada no terceiro andar.

A aquisição do projetor DCP, possível graças ao patrocínio da Petrobras, através do sistema LIC, irá representar um enorme ganho para a Cinemateca Capitólio, hoje impossibilitada de lançar títulos novos devido à limitação do 35mm, cujas cópias são cada vez mais raras. O processo de aquisição e instalação do novo equipamento deve ser iniciado nos próximos dias e será seguido por um período de testes e treinamento dos projecionistas. A programação regular na sala principal está prevista para o mês de março, quando a Cinemateca Capitólio comemora seu segundo ano de inauguração.


LOUIS MALLE NA SALA MULTIMÍDIA

A primeira programação da Sala Multimídia em 2017 é um ciclo com cinco obras do consagrado diretor francês Louis Malle. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 30 lugares. Exibições em DVD.


GRADE DE PROGRAMAÇÃO
Atlantic City
(1980, 104 minutos)

Lou (Burt Lancaster) é um gângster decadente que vive de recordações do passado, época em que foi grande e temido por todos. Em suas andanças pela cidade, encontra Sally (Susan Sarandon), uma garota que sonha trabalhar em Monte Carlo como croupier.

Lacombe Lucien
(1974, 137 minutos)

Em junho de 1944, durante a II Guerra Mundial, os aliados desembarcam na Normandia, numa cidadezinha do sudoeste da França. Lucien, um rapaz de dezessete anos, trabalha num asilo de idosos e passa por vários dissabores; ao visitar sua cidade natal é rejeitado pela família e também não é aceito pela Resistência. Ao retornar à cidade onde mora, Lucien é preso pelos auxiliares franceses da polícia alemã.

Menina Bonita
(Pretty Baby, 1978, 110 minutos)

A filha de uma prostituta é criada em um bordel, onde cuida do seu irmão e se prepara para seguir os passos da mãe. Com doze anos tem sua virgindade leiloada e logo depois se casa com um fotógrafo bem mais velho do que ela.

Viva Maria!
(1965, 122 minutos,)

O filme conta a história de Maria II, a filha de um terrorista irlandês que acabou de perder o pai, que se encontra com Maria I, uma cantora de circo, no interior de um país imaginário da América Latina, em 1907.


Adeus, Meninos
(Au Revoir, Les Enfants, 1987, 103 minutos,)

França, inverno de 1944, Julien Quentin (Gaspard Manesse) é um garoto de 12 anos que freqüenta o colégio St. Jean-de-la-Croix, que enfrenta grandes dificuldades devido à 2ª Guerra Mundial. Lá ele se torna o melhor amigo de Jean Bonnett (Raphael Fejto), introvertido colega de classe que Julien posteriormente descobre ser judeu. A tragédia chega à escola quando a Gestapo invade o local, prendendo Jean, outros dois alunos e ainda o padre responsável pelo colégio.


GRADE DE HORÁRIOS
10 a 20 de janeiro de 2017 

10 de janeiro (terça)
17h – Atlantic City
19h – Lacombe Lucien

11 de janeiro (quarta)
17h – Menina Bonita
19h – Viva Maria!

12 de janeiro (quinta)
17h – Adeus, Meninos
19h – Lacombe Lucien

13 de janeiro (sexta)
17h – Menina Bonita
19h – Atlantic City

14 de janeiro (sábado)
17h – Atlantic City
19h – Lacombe Lucien

15 de janeiro (domingo)
17h – Adeus, Meninos
19h – Viva Maria!


16 de janeiro (segunda)
16h – Viva Maria!

17 de janeiro (terça)
16h – Lacombe Lucien

18 de janeiro (quarta)
16h – Menina Bonita

19 de janeiro (quinta)
16h – Atlantic City

20 de janeiro (sexta)

16h – Adeus, Meninos


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.



Netto Perde Sua Alma comemora 15 anos




Cinemateca Capitólio encerra sua programação de 2016 com uma sessão comemorativa dos 15 anos de lançamento do filme Netto Perde Sua Alma, de Beto Souza e Tabajara Ruas, no dia 15 de dezembro, às 20h. Entrada franca.
Na ocasião, estarão presentes os diretores, o ator Werner Schünemann, protagonista do filme, e diversos outros membros da equipe.

Lançado em setembro de 2001, Netto Perde Sua Alma é uma adaptação do romance homônimo de Tabajara Ruas, e colecionou prêmios e críticas elogiosas, tornando-se uma das produções mais marcantes do cinema gaúcho contemporâneo. O filme também tornou Werner Schünemann um nome conhecido nacionalmente, com participações em inúmeras produções de sucesso, como a minissérie A Casa das Sete Mulheres e as novelas BelíssimaLado a LadoBabilônia Haja Coração, todas na Rede Globo.

NETTO PERDE SUA ALMA
(2001, 102 minutos)
Elenco: Nelson Diniz, Werner Schünemann, Laura Schneider
Direção: Beto Souza e Tabajara Ruas

Antônio de Souza Netto é um general brasileiro que é ferido em plena Guerra do Paraguai e agora está se recuperando no Hospital Militar de Corrientes, na Argentina. Lá ele percebe que coisas estranhas estão ocorrendo ao seu redor, como o capitão de Los Santos acusar o cirurgião de ter amputado suas pernas sem necessidade e reencontrar um antigo camarada, o sargento Caldeira, ex-escravo com quem lutou na Guerra dos Farrapos, ocorrida algumas décadas antes. Juntamente com Caldeira, Netto rememora suas participações na guerra e ainda o encontro com Milonga, jovem escravo que se alistara no Corpo de Lanceiros Negros, além do período em que viveu no exílio no Uruguai.

GRADE DE HORÁRIOS
13 a 18 de dezembro de 2016

13 de dezembro (terça)
15h30 – Sudoeste
18h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
20h – Girimunho

14 de dezembro (quarta)
15h30 – Sudoeste
18h – Eles Voltam
20h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas

15 de dezembro (quinta)
15h30 – Sudoeste
18h – Girimunho
20h – Sessão Especial de 15 anos de Lançamento de Netto Perde Sua Alma

16 de dezembro (sexta)
15h30 – Sudoeste
18h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
20h – Netto Perde Sua Alma

17 de dezembro (sábado)
17h – Concerto de Natal da Banda Municipal
20h – Netto Perde Sua Alma

18 de dezembro (domingo)
15h30 – Sudoeste
18h – Eles Voltam
20h – Netto Perde Sua Alma



A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Sudoeste em exibição




Primeiro longa-metragem de Eduardo Nunes, protagonizado por Simone SpoladoreDira Paes e Mariana Lima, Sudoeste (2011, 128 minutos) entra em cartaz na Cinemateca Capitólio a partir de 30 de novembro. A exibição faz parte do ciclo Novíssimo Cinema Brasileiro, que também apresenta até o dia 04 dezembro os filmes Eles Voltam (2014), de Marcelo LordelloGirimunho (2012), de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr. e Histórias que Só Existem Quando Lembradas (2012), de Julia Murat. O valor do ingresso é R$ 10,00.

FILMES

SUDOESTE
(2011, 128 minutos)
Direção: Eduardo Nunes
Elenco: Simone Spoladore, Dira Paes, Mariana Lima
Em uma cidade pacata e anônima, durante um dia apenas, Clarice (Simone Spoladore) vê sua vida se desenrolar de maneira circular, da morte ao nascimento, e depois à velhice mais uma vez. Ela observa as pessoas ao seu redor que não envelhecem e que não entendem sua existência. Esta mulher deve compreender a importância de temas fundamentais como a vida, a morte, a maternidade e a violência.

GIRIMUNHO
(2012, 88 minutos)
Direção: Helvécio Marins Jr., Clarissa Campolina
Elenco: Maria Sebastiana
Esta é a história de duas mulheres que observam os redemoinhos no rio, em pleno sertão mineiro. Uma delas perdeu o marido, e sofre em silêncio, tendo apenas as novidades dos netos como consolação. A outra carrega consigo um tambor, e marca o ambiente com seus sons.

HISTÓRIAS QUE SÓ EXISTEM QUANDO LEMBRADAS
(2012, 98 minutos)
Direção: Julia Murat
Elenco: Sonia Guedes, Lisa E. Favero, Luiz Serra
Jotuomba fica localizada no Vale do Paraíba, no estado do Rio de Janeiro. Nos anos 30 as até então ricas fazendas de café foram à falência, derrubando a economia local. Madalena (Sônia Guedes), uma velha padeira, continua vivendo na cidade. Ela é muito ligada à memória de seu marido morto, que está enterrado no único cemitério local, hoje trancado. Sua vida começa a mudar quando Rita (Lisa E. Fávaro), uma jovem fotógrafa, chega na cidade.

ELES VOLTAM
(2014, 100min)
Direção: Marcelo Lordello
Elenco: Maria Luiza Tavares, Georgio Kokkosi, Elayne de Moura
Cris (Maria Luíza Tavares) e Peu (Georgio Kokkosi), seu irmão mais velho, são deixados na beira de uma estrada pelos próprios pais. Os irmãos foram castigados por brigar constantemente durante uma viagem à praia. Após algumas horas, percebendo que os pais não retornaram, Peu parte em busca de um posto de gasolina. Cris permanece no local por um dia inteiro e, sem notícias dos pais ou do irmão, decide percorrer ela mesma o caminho de volta para casa.

GRADE DE HORÁRIOS
29 de novembro a 04 de dezembro de 2016

29 de novembro (terça)
19h – Cine-debate – Seminário Nilo Feijó: da escravização à reparação no Rio Grande do Sul

30 de novembro (quarta)
15h – Eles Voltam
17h – Girimunho
19h30 – Sudoeste

01 de dezembro (quinta)
15h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
17h – Sudoeste
19h30 – Girimunho

02 de dezembro (sexta)
15h – Girimunho
17h – Eles Voltam
19h30 – Sudoeste

03 de dezembro (sábado)
15h – Sudoeste
19h30 – A Paixão de JL

04 de dezembro (domingo)
15h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
17h – Sudoeste
19h30 – Eles Voltam


06 de dezembro (terça)
15h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
17h – Sudoeste
19h30 – Eles Voltam

07 de dezembro (quarta)
19h30 – Sudoeste

08 de dezembro (quinta)
15h – Eles Voltam
17h – Sudoeste
19h30 – Girimunho

09 de dezembro (sexta)
15h – Girimunho
17h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
19h30 – Sudoeste

10 de dezembro (sábado)
18h – Concertos Capitólio
19h30 – Sudoeste

11 de dezembro (domingo)
15h – Girimunho
17h – Sudoeste
19h30 – Eles Voltam


A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos da Prefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.



Novíssimo cinema brasileiro em exibição




A partir de 22 de novembro, a Cinemateca Capitólio exibe em parceria com a distribuidora Vitrine Filmes uma seleção de obras do Novíssimo Cinema Brasileiro. Na primeira semana, serão projetados Eles Voltam (2014), de Marcelo LordelloGirimunho (2012), de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr. e Histórias que Só Existem Quando Lembradas (2012), de Julia Murat. O valor do ingresso é R$ 10,00.

Colocado em debate no final da década de 2000, a partir de textos e discussões pautadas por críticos e pesquisadores como Marcelo Ikeda, Eduardo Valente e José Geraldo Couto, o rótulo “novíssimo cinema brasileiro” ganhou adesões e agressões imediatas e calorosas. Por mais que pairasse a dúvida sobre a validade da reunião de obras díspares, notou-se muitas vezes a necessidade de aproximar tais realizações dentro de um contexto de transformação da produção cinematográfica brasileira. 


Mais do que reviver um debate sobre conceitos que parece adormecido nos últimos anos, a mostra oferece ao espectador porto-alegrense a oportunidade de rever e descobrir as proposições estéticas e narrativas de realizações contemporâneas brasileiras em conjunto. Resgatando filmes que tiveram vida curta no circuito comercial, em muitas cópias 35mm inéditas na cidade (boa parte foi exibida apenas em digital), a mostra reúne obras de diferentes realizadores possibilitando um olhar panorâmico e crítico da instigante produção da nova geração brasileira.

Referências:
O “novíssimo cinema brasileiro”. Sinais de uma renovação, artigo de Marcelo Ikeda. https://cinelatino.revues.org/597
'Novíssimo' cinema brasileiro: práticas, representações e circuitos de independência, Tese de Doutorado de Maria Carolina de Vasconcelos e Oliveira. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-19032015-172224/pt-br.php

FILMES

GIRIMUNHO
(2012, 88min)
Direção: Helvécio Marins Jr., Clarissa Campolina 
Elenco: Maria Sebastiana
Esta é a história de duas mulheres que observam os redemoinhos no rio, em pleno sertão mineiro. Uma delas perdeu o marido, e sofre em silêncio, tendo apenas as novidades dos netos como consolação. A outra carrega consigo um tambor, e marca o ambiente com seus sons.

HISTÓRIAS QUE SÓ EXISTEM QUANDO LEMBRADAS
(2012, 98min)
Direção: Julia Murat 
Elenco: Sonia Guedes, Lisa E. Favero, Luiz Serra
Jotuomba fica localizada no Vale do Paraíba, no estado do Rio de Janeiro. Nos anos 30 as até então ricas fazendas de café foram à falência, derrubando a economia local. Madalena (Sônia Guedes), uma velha padeira, continua vivendo na cidade. Ela é muito ligada à memória de seu marido morto, que está enterrado no único cemitério local, hoje trancado. Sua vida começa a mudar quando Rita (Lisa E. Fávaro), uma jovem fotógrafa, chega na cidade.

ELES VOLTAM
(2014, 100min) 
Direção: Marcelo Lordello 
Elenco: Maria Luiza Tavares, Georgio Kokkosi, Elayne de Moura
Cris (Maria Luíza Tavares) e Peu (Georgio Kokkosi), seu irmão mais velho, são deixados na beira de uma estrada pelos próprios pais. Os irmãos foram castigados por brigar constantemente durante uma viagem à praia. Após algumas horas, percebendo que os pais não retornaram, Peu parte em busca de um posto de gasolina. Cris permanece no local por um dia inteiro e, sem notícias dos pais ou do irmão, decide percorrer ela mesma o caminho de volta para casa.

GRADE DE HORÁRIOS
22 a 27 de novembro de 2016

22 de novembro (terça)
20h – Eles Voltam

23 de novembro (quarta)
16h – Eles Voltam
18h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
20h – Girimunho

24 de novembro (quinta)
16h – Girimunho
18h – Eles Voltam
20h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas

25 de novembro (sexta)
16h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
18h – Girimunho
20h – Eles Voltam

26 de novembro (sábado)
16h – Amor Maldito
18h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas
20h – Girimunho

27 de novembro (domingo)
16h – Amor Maldito
18h – Eles Voltam
20h – Histórias que Só Existem Quando Lembradas

Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela PetrobrasBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos da Prefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


Filme da venezuelana Mariana Rondón em cartaz




Cinemateca Capitólio retoma a exibição do filme venezuelano Pelo Malo, da diretora Mariana Rondón, a partir de sexta-feira, 11 de novembro. O valor do ingresso é R$ 10,00.

Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela PetrobrasBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos da Prefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.

FILME

Pelo Malo
(Venezuela, 2013, 90 minutos)
Direção: Mariana Rondón
Junior (Samuel Lange Zambrano), um menino de nove anos de idade, sonha em alisar o cabelo para ficar mais parecido com sua imagem fantasiosa de um cantor de cabelos compridos. Sua mãe Marta (Samantha Castillo) luta para sustentar a família após a morte do marido e, ao mesmo tempo, tenta evitar o jeito diferente do filho. 

GRADE DE HORÁRIOS
11 a 16 de novembro de 2016

11 de novembro (sexta-feira)
18h – Pelo Malo
20h – Pelo Malo

12 de novembro (sábado)
18h – Concertos Capitólio
20h – Pelo Malo

13 de novembro (domingo)
18h – Pelo Malo
20h – Pelo Malo

15 de novembro (terça)
18h – Pelo Malo
20h – Pelo Malo

16 de novembro (quarta)
18h – Pelo Malo
20h – Pelo Malo

Cine Esquema Novo 2016




A edição de 2016 do Cine Esquema Novo – Arte Audiovisual Brasileira chega oficialmente a Porto Alegre nos dias 03 a 10 de novembro, com exibições gratuitas de filmes e instalações que serão apresentados na Cinemateca Capitólio, sede oficial do festival, Goethe-Institut Porto Alegre e Instituto Ling. Na semana que antecede as atividades, a equipe curatorial convida o público a olhar para cima: nos últimos dias de outubro, o CEN visitará alguns amigos do evento para realizar miniencontros com projeções de filmes e vinhetas nas paredes dos prédios vizinhos.

Com quase 600 inscritos, o festival que desde 2003 promove a diversidade da imagem através do conceito de Arte Audiovisual - uma proposta capaz de englobar tanto a ideia do cinema quanto das artes visuais, volta ser anual e competitivo. Das 44 obras selecionadas na Competitiva Brasil, 32 serão exibidas na sala da Cinemateca Capitólio e 12 em ambientes fora da sala de cinema, no formato de videoinstalações, projeções e performances (ver lista completa e sinopses abaixo). Serão mais de 35 horas de programação.



MOSTRA COMPETITIVA BRASIL – CINEMATECA CAPITÓLIO

Saguão:

A maldição tropical, de Luisa Marques & Darks Miranda, 2016, 14min, RJ


Sala de Exposição:

Why not be Beautiful?, de Sabrina Luna (2015, 07min, BR-PE/ALE);

Carnívora, de Arthur Tuoto (2016, 63min, PR);

Confidente, de Karen Akerman, Miguel Seabra Lopes, 2016, 12min, RJ.


Filmes / Sessões de Cinema Competitiva Brasil: Sala de Cinema

03 a 09 de Novembro – entrada franca



03/11 (quinta)

19h – Coquetel de Abertura.

20h – Superquadra Saci, de Cristiano Lenhardt (20min, 2016, PE) e Animal

Político, de Tião (2016, 65min, PE).



04/11 (sexta)

19h – Retalho, de Hannah Serrat (2015, 22min, MG) / Ruby, de Luciano

Scherer, Jorge Loureiro, Guilherme Soster (2015, 17min, BR-RS / URU) /

Aqueles Dias em Dezembro, de Felipe Poroger (2016, 18min, SP) / Abigail,

de Isabel Penoni e Valentina Homem ( 2016, 16min, RJ / PE) / O Caseiro, de

Jonathas de Andrade (2016, 7min, PE).

 21h – Cinema Novo, de Eryk Rocha (2016, 92min, RJ).



05/11 (sábado)

19h – Antes o Tempo não Acabava, de Sergio Andrade e Fabio Baldo

(2016, 65min, BR – AM/RJ / ALE).

21h – Horror, de Leonardo Bomfim (2016, 23min, RS) e O Estranho Caso

de Ezequiel, de Guto Parente (2016, 71min, CE).

06/11 (domingo)

15h – Outubro Acabou, de Karen Akerman, Miguel Seabra Lopes e Antonio

Akerman Seabra, 2015, 23min, RJ e Jonas e o Circo sem Lona, de Paula

Gomes (2015, 81min, BA).

17h – Temporal, de Gabriel Honzik (2016, 13min, RS) / Balada para os

Mortos, de Lucas Sá (2016, 22min, MA – RS) / A Moça que Dançou com o

Diabo, de João Paulo Miranda Maria (2016, 14min, SP) e

Sesmaria, de Gabriela Richter (Lamas, 2016, 20min, RS).

19h – Rifle, de Davi Pretto (2016, 88min, RS).

21h – Woman Without Mandolin, de Fabiano Mixo (2015, 5min, BR-RJ /

ALE) e O Último Trago, de Pedro Diógenes e Pretti (2016 92min, CE).



07/11 (segunda)

19h – Jovens Infelizes ou um Homem que Grita não é um Urso que

Dança, de Thiago B. Mendonça (2016, 127min, SP).

21h30 – Receita do que fazer na iminência da falta extrema de água, de

Filipe Rossato, Gabriel PessotoHenrique S. Ramos e João Gabriel de

Queiroz (2016, 40min, RS) - vídeo-performance. Cinemateca Capitólio, Av.

Borges de Medeiros e Ponte dos Açores.



08/11 (terça)
 
19h – Da Janela pra Consolação, de Dellani Lima (2016, 17min, SP) /

GRIN, de Roney Freitas & Isael Maxakali (2016, 41min, SP) e O Teto Sobre

Nós, de Bruno Carboni (2015, 22min, RS).

21h – O Último Dia Antes de Zanzibar, de Filipe Matzembacher e Marcio

Reolon, (2016, 21min, RS) e A Cidade do Futuro, de Cláudio Marques e

Marília Hughes (2016, 75min, BA).



09/11 (quarta)

19h – História de uma Pena, de Leonardo Mouramateus (2005, 30min, CE) /

Another Empty Space, de Davi de Oliveira Pinheiro (2015, 08min, RS) / A

Festa e os Cães, de Leonardo Mouramateus (2015, 25min, CE) e Sob Águas

Claras e Inocentes, de Emiliano Cunha (2016, 17min, RS).

 21h – Saturno em Escorpião, de Cris Ventura (2016, 21min, MG – GO) /

Muito Romântico, de Melissa Dullius & Gustavo Jahn, 2016, 72min, ALE / BR



10/11 (quinta)
 
20h – Filme de encerramento: Beduíno, de Julio Bressane

21h30 – Premiação CEN 2016: Arte Audiovisual Brasileira





Filme venezuelano entra em cartaz na Cinemateca Capitólio


Pelo Malo (Venezuela, 2013, 90 minutos)

A partir de 18 de outubro, o premiado filme venezuelano Pelo Malo, da diretora Mariana Rondón, entra em cartaz na Cinemateca Capitólio. Os filmes de Manoel de Oliveira e de Kleber Mendonça Filho, seguem em exibição até o dia 23 de outubro. O valor do ingresso é R$ 10,00.

Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela PetrobrasBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos da Prefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.


FILME

Pelo Malo
(Venezuela, 2013, 90 minutos)
Direção: Mariana Rondón

Junior (Samuel Lange Zambrano), um menino de nove anos de idade, sonha em alisar o cabelo para ficar mais parecido com sua imagem fantasiosa de um cantor de cabelos compridos. Sua mãe Marta (Samantha Castillo) luta para sustentar a família após a morte do marido e, ao mesmo tempo, tenta evitar o jeito diferente do filho.

GRADE DE HORÁRIOS
18 a 22 de outubro de 2016

18 de outubro (terça)
16h – Sempre Bela
17h30 – O Som ao Redor
20h – Pelo Malo

19 de outubro (quarta)
16h – O Estranho Caso de Angélica
18h – Crítico
20h – Pelo Malo

20 de outubro (quinta)
16h – Singularidades de uma Rapariga Loura
17h30 – O Som ao Redor
20h – Pelo Malo

21 de outubro (sexta)
16h – O Estranho Caso de Angélica
18h – Crítico
20h – Pelo Malo

22 de outubro (sábado)
16h – Singularidades de uma Rapariga Loura
17h30 – O Som ao Redor
20h – Pelo Malo

23 de outubro (domingo)
16h – Sempre Bela
18h – Crítico
20h – Pelo Malo


25 de outubro (terça)
16h – O Som ao Redor
18h30 – Sempre Bela
20h – Pelo Malo

26 de outubro (quarta)
16h – Crítico
18h – O Estranho Caso de Angélica
20h – Pelo Malo

27 de outubro (quinta)
16h – O Som ao Redor
18h30 – Singularidades de uma Rapariga Loura
20h – Pelo Malo

28 de outubro (sexta)
16h – Crítico
18h – O Estranho Caso de Angélica
20h – Pelo Malo

29 de outubro (sábado)
16h – O Som ao Redor
18h30 – Sempre Bela
20h – Pelo Malo

30 de outubro (domingo)
16h – Crítico
18h30 – Singularidades de uma Rapariga Loura
20h – Pelo Malo

Nenhum comentário:

Postar um comentário